Bem-vindo ao único site em português especializado em manutenção de motores aeronáuticos

eaglesgate.com

Uma janela portuguesa para o mundo!

Na www desde 1 de Dezembro de 1999

Última

actualização

10 Out 2010


Visite a nossa galeria de fotos de motores aeronáuticos.

 

OGMA - AS CONTRADIÇÕES DUMA DÉCADA

 

   

 

Topo desta página             HOME             Fim desta página

 

 Índice | anterior - MERCADO DE MRO | seguinte - AVIAÇÃO REGIONAL

ÚLTIMOS DESENVOLVIMENTOS

Perante a capacidade evidenciada, a qualidade do trabalho desenvolvido e a competência dos profissionais que detinha, a OGMA cedo passou a grangear prestígio internacional, a que não estavam indiferentes os restantes intervenientes da MRO.

Por esse motivo e porque já se constituía como um reparador conceituado de motores das séries T56 e 501D, no início da década de noventa, a OGMA foi identificada, entre outros concorrentes internacionais, como candidata a providenciar apoio logístico e MRO a motores de nova geração, concebidos, fabricados e comercializados pelo fabricante norte-americano Allison Engine Company (mais tarde este fabricante veio a ser adquirido e absorvido pela Rolls-Royce (RR), no âmbito das aquisições referidas).

Tratava-se, indiscutivelmente, do reconhecimento internacional da capacidade detida pela OGMA. Após a pre-selecção em 1991, a OGMA veio a assinar um acordo com aquele fabricante, em 1993, instituindo-a como centro de MRO para dois tipos diferentes de motores de avião, porém, com muitas áreas comuns entre si, facto esse, que facilitava as operações logísticas e de penetração nos operadores de tais produtos.

Este projecto, deveras, ambicioso, para a OGMA, obrigou-a a um elevado investimento (para o qual contou com fundos comunitários) mas, em contrapartida, permitiu-lhe ser o primeiro centro reparador mundial a deter capacidade de reparação dos referidos motores. Esses motores equipam modernas aeronaves ERJ-145 e ERJ-135 de capacidade para cerca de 50 e 35 passageiros, respectivamente, e destinam-se a ser operados em pequenas rotas de ligação entre grandes centros, no contexto dum novo segmento da aviação (em emergência), denominado de aviação regional.

Este facto, embora ocorrido antes da transformação de EFFAs em SA, acabou por ser consolidado após aquela transformação, e constitui, indubitavelmente, um marco fundamental na história da OGMA, como um ponto de viragem na sua evolução.

Tendo catapultado a OGMA para a ribalta dum segmento específico da aviação regional, abriu novas perspectivas e obrigou a OGMA a repensar toda a sua estratégia, actividade, estrutura, organização e procedimentos, na área da manutenção.

Se até este ponto a aparente ausência de uma estratégia bem definida e o aproveitamento da diversidade da oferta impulsionava a empresa para concursos através dum menor rigor selectivo (numa óptica de maximizar as receitas), posteriormente, as novas perspectivas impuseram maior selectividade, à luz duma reorientação de interesses, fundamentados em novas capacidades recém-adquiridas. Pela primeira vez a OGMA estava a posicionar-se no mercado, por sua iniciativa, rompendo com uma postura tradicionalmente reactiva que a vinha caracterizando, mercê da sua quase total disponibilidade e dependência para a FAP. (continua)

Agosto 1999

 Índice | anterior - MERCADO DE MRO | seguinte - AVIAÇÃO REGIONAL

NOTA

Desde a realização deste estudo (Agosto 1999) até à data actual, ocorreram na OGMA, SA importantes alterações organizativas e estratégicas que, a par da modificação das circunstâncias condicionantes, terão conduzido a empresa a uma situação não necessariamente identificável com as premissas deste estudo. Esse facto, poderá justificar uma significativa divergência entre as conclusões do mesmo e as acções em curso para o sector.


 Ler o Livro de Visitas    Assinar o Livro de Visitas    Preencher Inquérito

A opinião dos visitantes    Regressar ao topo desta página

Gestor da web page    HOME    E-mail