Bem-vindo ao único site em português especializado em manutenção de motores aeronáuticos

eaglesgate.com

Uma janela portuguesa para o mundo!

Na www desde 1 de Dezembro de 1999

Última

actualização

09 Out 2010


Se pretende obter informação sobre a actividade de manutenção de motores, leia esta página.

Nesta página preparámos um conjunto seleccionado de notícias sobre o mundo da aviação com especial incidência sobre motores aeronáuticos

NOTICIÁRIO

Ano 2001      Ano 2002      Ano 2003      Ano 2004       Especial Paris Air Show 2001

Dezembro 2000

Novembro 2000

  • Risco de falha exposta em motores GE CF6-80C2

  • DGAC obriga à inspecção de motores PW4000

  • Risco de falha catastrófica em motores BR700

  • Motor TP400 seleccionado para equipar a aeronave A400M

  • Rolls Royce modifica 126 motores Pegasus

  • Outubro 2000

    Setembro 2000

    Agosto 2000

    Julho 2000

    Junho 2000

    Abril 2000

    Março 2000

    Abril 1999

    Maio 1993

     

     

     

         

     

    Topo desta página             HOME         Notícias posteriores a 2000       Fim desta página

     


    Premier Turbine estabelece acordo de manutenção de motores com o USArmy (Outubro 2000)

    A Premier Turbines estabeleceu um acordo para a manutenção de 70 motores T700-GE-700 que equipam a frota de H-60 Blackhawk helicópteros do USArmy. O acordo estabelece a inspecção e revisão de motores à taxa de 6 unidades por mês.

    Topo desta página


    AeroThrust estabelece acordo de manutenção de motores com a Navy e USAF (Outubro 2000)

    A AeroThrust Corp. (sedeada em Miami) estabeleceu um acordo para a manutenção de motores JT8D que equipam a frota de C-9 da Navy e Marine Corps e C-9, T-43 e C-22 da USAF.

    Topo desta página


    Standard Aero estabelece acordo de manutenção de motores PW100 (Outubro 2000)

    A Standard Aero estabeleceu um acordo por 5 anos para a manutenção de motores PW100 que equipam a frota de ATR 42 e Embraer EMB-120 da Atlantic Southwest Airlines.

    Topo desta página


    SNECMA estabelece acordo de manutenção de motores CFM56 (Outubro 2000)

    A SNECMA Services estabeleceu um acordo por 13 anos para a manutenção de motores CFM56-5A5 e -5A3 que equipam a frota de Airbus A319 e A320 da Northwest Airlines, num total de 168 motores.

    Topo desta página


    SNECMA estabelece acordo de manutenção de motores JT9D (Outubro 2000)

    A SNECMA Sabena Engine Services estabeleceu um acordo por 10 anos para a manutenção de motores JT9D que equipam a frota da South African Airways.

    Topo desta página


    P&W estabelece acordo de manutenção de motores JT9D (Outubro 2000)

    A P&W estabeleceu um acordo por 10 anos para a manutenção de motores JT9D-5A que equipam a frota de 12 cargueiros Boeing 747-100 da UPS. Trata-se do primeiro contrato deste tipo de longa duração.

    Topo desta página


    GE reforça a sua posição no mercado mundial de manutenção de motores (Outubro 2000)

    Numa evidente atitude de agressividade comercial, a GE continua a estabelecer contratos de longa duração para a reparação de motores. Com a Japan TransOcean Air (sucursal da Japan Airlines) estabeleceu um contrato para 10 anos para reparar os motores CFM56-3C1 que equipam os Boeing 737-400. Com a China Southern Airlines estabeleceu um contrato de 10 anos para a reparação dos motores GE 90 que equipam os Boeing 777. Ambos os acordos assentam em contratos-seguro, cobrados por hora-voo.

    Topo desta página


    Turbomeca remotoriza helicópteros chineses (Outubro 2000)

    A Turbomeca em cooperação com o fabricante chinês Avic II procederá à remotorização do helicóptero de 4 toneladas Z-9, de fabrico chinês (baseado no Dauphin 2), instalando o seu motor Arriel 1. 

    Topo desta página


    Parceria entre a Rolls Royce e a Chromalloy (Outubro 2000)

    A Rolls Royce em parceria com a Chromalloy formaram uma nova empresa, denominada Turbine Repair Technologies, sedeada em Somercotes, em Inglaterra (onde está também sedeada a Chromalloy), para desenvolver a reparação por métodos avançados de componentes dos motores RB211, Tay e Trent.

    Topo desta página


    Joint venture entre Rolls Royce, Pratt & Whitney e Saudia Airlines (Outubro 2000)

    A Rolls Royce conjuntamente com a Pratt & Whitney e as linhas aéreas sauditas (Saudia Airlines) estabeleceram uma joint venture, através da qual instalaram uma oficina de reparação de módulos de motores, designada Middle East Propulsion. Este empreendimento dedicar-se-á à reparação e revisão de módulos dos motores F100-PW-220 e PW299 para a Força Aérea Real Saudita.

    Topo desta página


    Rolls Royce modifica motores Adour para a  RAF (Junho 2000)

    A Rolls Royce irá modificar 123 motores Adour Mk 104 de 7,900 Lbs de empuxo para a versão Adour Mk 106 de 8,800 Lbs de empuxo. Estes motores foram fabricados ao abrigo duma cooperação entre a Rolls Royce e a Turbomeca e equipam as aeronaves Jaguar da RAF. Este trabalho será realizado nas oficinas da RR em Bristol e em East Kilbride.

    Topo desta página


    Força Aérea Portuguesa modifica motores F100 (Junho 2000)

    No âmbito da modificação dos caças F-16, denominado MLU (Mid-Life Upgrade), a Força Aérea Portuguesa irá modificar os anteriores motores F100-PW-100 e F100-PW-200 para a versão F100-PW-220E, de fabrico Pratt & Whitney.

    Topo desta página


    Joint venture para reparação de componentes de motor (Setembro 2000)

    A Orenda Aerospace Corporation e a National Flight Service formaram uma joint venture denominada Orenda National Aerospace LLC, para reparar componentes de motores de turbina a gas, em Glendale no Arizona nos EUA.

    Topo desta página


    Rolls Royce repara motores Spey para a  RAF (Setembro 2000)

    A Rolls Royce estabeleceu um contrato  com o MoD britânico com a duração de 12 anos, para a manutenção de motores Spey 250/251 (de fabrico RR) que equipam 23 aeronaves Nimrod MR.2 e 3 Nimrod R.1. Entretanto, a British Aerospace prossegue a modificação de outras 23 aeronaves Nimrod MR.2 para a configuração Nimrod MRA.4, que serão equipadas com motores BR710 Mk 101 de fabrico Rolls Royce. Este trabalho será realizado nas oficinas da RR em East Kilbride.

    Topo desta página


    Nova oficina de reparação de motores na Índia (Setembro 2000)

    A empresa Varman Aviation Supplies iniciou a construção duma nova oficina  de revisão e reparação de motores em Bangalore na Índia. A abertura deste novo complexo está previsto para Julho 2001.

    Topo desta página


    Standard Aero certificada pela FAA e JAA para motor PW100 (Setembro 2000)

    O reparador canadiano Standard Aero foi recentemente certificado pelas autoridades aeronáuticas americanas (FAA) e europeias (JAA) para o exercício da actividade de manutenção (reparação e revisão) de motores PW100 e seus acessórios, na sua sucursal localizada em Tilburg na Holanda. Este reparador em franco desenvolvimento e um dos líderes americanos na manutenção deste tipo de motores, estende agora a sua actividade à Europa.

    Topo desta página


    Autoridades canadianas aprovam a produção do motor PW206B2 (Setembro 2000)

    As autoridades aeronáuticas canadianas (Transport Canada) autorizaram provisoriamente a produção do novo motor PW206B2 fabricado pela Pratt & Whitney Canada, através da emissão do certificado de produção provisório (Type Certificate).

    Topo desta página


    Risco de falha exposta em motores GE CF6-80C2 (Dezembro 2000)

    A FAA recomendou alterações ao projecto dos discos do 1º andar da turbina de alta pressão instalados nos motores GE CF6-80C2, nomeadamente a alteração dos intervalos de inspecção e de reparação destes componentes. Este facto ficou a dever-se a incidentes e acidentes ocorridos com aeronaves Boeing 767. Num desses incidentes, caracterizado por uma falha exposta, fragmentos dos discos atravessaram a estrutura da asa através dos tanques de combustível sendo projectados sobre a fuselagem.

    Topo desta página


    DGAC obriga à inspecção de motores PW4000 (Dezembro 2000)

    A autoridade aeronáutica francesa (DGAC) obrigou à inspecção de todos os motores PW4000 depois de terem sido detectadas fissuras em algumas porcas de fixação em alguns suportes destes motores à fuselagem.

    Topo desta página


    Risco de falha catastrófica em motores BR700 (Dezembro 2000)

    A FAA advertiu os operadores norte-americanos para a eminência de ocorrerem falhas catastróficas expostas em motores BR700 e BR715. O facto deve-se à alteração do processo de fabrico dos discos da turbina de alta pressão que reduziu o número de ciclos disponíveis. Uma AD emitida impõe a substituição dos discos do 1º andar entre os 2,600 e 3,600 ciclos e alguns discos do 2º andar antes dos 3,800 ciclos. Ensaios entretanto realizados demonstraram que a redução da tensão limite de fadiga se deveu a deficiência no afagamento de algumas superfícies maquinadas durante o fabrico dos discos. 

    Topo desta página


    Rolls Royce modifica 126 motores Pegasus (Dezembro 2000)

    No âmbito dum programa de modificação com o objectivo de melhorar o desempenho dos motores Pegasus Mk105 que equipam as aeronaves militares Harrier GR9A, a Rolls Royce já modificou 40 motores, preparando-se para modificar mais 86. A evolução do motor designar-se-á Mk107.

    Topo desta página


    Motor TP400 seleccionado para equipar a aeronave A400M (Dezembro 2000)

    A Airbus Military Company, responsável pela produção da nova aeronave militar de transporte A400M, seleccionou o motor TP400 para equipar aquela aeronave. O motor será desenvolvido por um consórcio europeu constituído pela MTU Aero Engines (24.8%), Rolls-Royce (24.8%), SNECMA (24.8%), ITP (13.6%), FiatAvio (8%) e Techspace Aero (4%). É possível que a indústria aeronáutica turca venha a integrar este consórcio, no futuro. O novo motor terá uma arquitectura baseada na filosofia de  três veios da RR e no núcleo do motor da SNECMA M88 que equipa a aeronave Rafale. O motor desenvolverá uma potência de cerca de 10,000 a 13,000 shp e o consórcio espera vir a produzir cerca de 1,000 motores.

    Topo desta página


    Motor CFM56-5A há 8 anos sem ser removido da asa (Novembro 2000)

    Um motor de fabrico GE, modelo CFM56-5A mantém-se há 30,028 horas-voo, equivalentes a 8 anos de operação, na asa duma aeronave Airbus A320 sem ter sido removido para qualquer acção de manutenção. Trata-se da demonstração da grande fiabilidade com que os modernos motores são concebidos e produzidos.

    Topo desta página


    Rolls Royce aperfeiçoa motores AE3007A1 (Novembro 2000)

    A Rolls Royce aperfeiçoou o motor AE3007A1 (instalado nas aeronaves Embraer ERJ 145LR), permitindo o escoamento de um maior fluxo de ar o que permite elevar ligeiramente a temperatura dos gases de escape, obtendo, assim, um aumento de empuxo de cerca de 7%. Este facto, aliado a outros benefícios originados nas células, permite aumentar o alcance das aeronaves em que está instalado em cerca de 35%, passando para 2,000 nm. O novo motor, designado AE3007A1E, equipará as aeronaves Embraer ERJ 145XR.

    Topo desta página


    Pratt & Whitney Canada estuda novo motor turbofan (Novembro 2000)

    A Pratt & Whitney Canada (PWC) iniciou o desenvolvimento de um novo motor segundo o conceito "advanced technology fan integrator (ATFI)" cujo empuxo deverá situar-se na classe das 10,000 a 19,000 lb, algures entre os actuais motores PW300 e PW6000. O primeiro protótipo deverá ser ensaiado durante o primeiro trimestre de 2001 e espera-se que venha a ser certificado pelas autoridades aeronáuticas em 2004.

    Esta é a resposta da PWC à actual hegemonia evidenciada pela GE na motorização das aeronaves do sector regional, empresarial e privado.

    Topo desta página


    Pratt & Whitney Canada entrega o seu 50,000º motor (Novembro 2000)

    A Pratt & Whitney Canada festeja no final do corrente ano a entrega do 50,000º motor concebido e fabricado por si.

    Topo desta página


    Pratt & Whitney inicia ensaios do PW6000  (Outubro 2000)

    A Pratt & Whtiney iniciou os ensaios em voo do seu novo motor PW6000 que equipará as aeronaves Airbus A318. O novo motor foi instalado na posição 3 duma aeronave de ensaios Boeing 720 (adaptação do Boeing 707) propriedade da PW. A primeira fase de ensaios, que incluiu paragens e arranques em voo, decorreu como o previsto. A sua instalação num A318 está prevista para o início de 2002.

    Topo desta página


    Techspace Aero participa na produção e manutenção do motor AS900 (Junho 2000)

    Após a assinatura de um acordo de longo prazo visando uma partilha de risco no programa de desenvolvimento da família de motores AS900, entre a Techspace Aero e a Honeywell Engines & Services, em Junho de 1999, aquela empresa iniciou o fabrico de discos e blades de turbina assim como os ensaios de desenvolvimento num dos seus bancos de ensaio, instalado perto de Liége na Bélgica, especialmente modificado para este efeito.

    O acordo prevê, para além do fabrico de alguns componentes e a participação nos ensaios de desenvolvimento, o fornecimento de serviços de manutenção ao abrigo dum estatuto de centro reparador autorizado (após 2006) para o motor AS977 (da família AS900) e a reparação de componentes destes motores e de componentes das famílias de motores ALF502 e LF507.

    Topo desta página


    Rolls Royce estuda novo motor turbofan (Outubro 2000)

    A Rolls Royce está a estudar um novo motor turbofan de dois veios para futura substituição dos actuais BR700, Tay e AE3007, com o objectivo de posicionar este fabricante para a motorização das futuras aeronaves regionais e privadas. A Rolls Royce pretende preencher o segmento que vai desde as 7,000 lb (31 kN) de empuxo até às 22,000 lb.

    Topo desta página


    FAA inibe a operação de motores Textron-Lycoming (Novembro 2000)

    A FAA emitiu uma AD de emergência inibindo a operação de milhares de aeronaves equipadas com motores Textron-Lycoming das séries 300, 500 e 700. A AD implica a substituição imediata da "oil filter converter plate gasket", antes do próximo voo. Os motores afectados são todos os motores novos, reparados, "overolados" ou que apresentem o componente "oil filter converter plate" com o p/n LW-13904 ou o "gasket" p/n LW-13388, e que tenham sido substituidos depois de 1 de Abril de 1999. Este facto resulta de terem sido detectadas juntas defeituosas.

    Topo desta página


    ITP testa tubeira de escape vectorizada do motor EJ200 (Novembro 2000)

    A empresa espanhola ITP (Indústria de Turbo Propulsores), reparadora de motores aeronáuticos, tem realizado inúmeros ensaios à tubeira de escape vectorizada (TEV) do motor EJ200, por si concebida e destinada à aeronave militar EF2000 (Eurofighter mais recentemente denominado Typhoon), porém nunca teve a oportunidade de a testar em voo, devido à inexistência de um protótipo do EF2000 destinado a esse fim.

    Entretanto, o projecto da aeronave X-31, fabricada para a USNavy e inicialmente prevista ser motorizada pelo motor da GE F404, equipado com uma TEV de origem sueca, gorou-se e esta aeronave será remotorizada pelo motor EJ200 com o qual se irão realizar os primeiros ensaios em voo da TEV de concepção espanhola.

    Topo desta página


    FAA ordena reparação de 32 motores IAE V2500 (Novembro 2000)

    Depois de se verificar que tinham sido instalados, durante a última revisão geral, módulos de turbina de alta pressão, contendo discos do 1º andar, cujo limite de vida é mais reduzido que o permitido, a FAA ordenou a sua reconfiguração para a próxima visita à oficina ou antes de acumularem 5,100 ciclos.

    Esta medida, que afecta 32 motores IAE V2500, é justificada para evitar falhas prematuras por fadiga devida aos ciclos de funcionamento dos motores (low cycle fatigue).

    Topo desta página


    Acordo entre a GE e o INTA (Julho 2000)

    A GE estabeleceu um contrato para o ensaio de motores CFM56 no banco de ensaios do INTA, em Espanha, para vigorar durante os proximos 7 anos. Este motor produz 35,000 Lb de empuxo.

    O banco de ensaios do INTA tem capacidade de ensaio de motores até 135,000 Lb de empuxo e possui 3,000 canais de medida, podendo vir a ensaiar o motor GE90.

    Topo desta página


    Motores PW4000 apresentam problemas de perda (Novembro 2000)

    Após dois motores PW4000 terem sofrido uma perda (quando instalados em aeronaves Boeing 747-400 e 767-300), a P&W iniciou um rigoroso programa de investigação para identificar e solucionar o problema.

    Estes motores incidentados haviam sido alvo de recentes modificações precisamente para reduzir a sua susceptibilidade ao fenómeno de entrada em perda. Após o fabricante ter modificado cerca de 120 motores (dum conjunto de 2500) a FAA mandou suspender o programa de modificações e limitou a instalação de apenas um destes motores por aeronave.

    Topo desta página


    Fabricantes de motores contra PMAs (Outubro 2000)

    Os fabricantes de motores aeronáuticos americanos continuam a pressionar as autoridades aeronáuticas norte-americanas (FAA) no sentido de imporem maiores restrições às empresas autorizadas a fabricarem componentes aeronáuticos para motores sob uma licença de Parts Manufacturing Approval (PMA).

    Topo desta página


    Techspace Aero parceira da GE para o CF34-10 (Setembro 2000)

    A Techspace Aero e a GE estabeleceram um acordo ao abrigo do qual a primeira será responsável por cerca de 8% da produção do motor CF34-10, incluindo o compressor de baixa pressão. Este acordo prevê o projecto, o desenvolvimento e a fabricação de componentes.

    O motor CF34-10 deverá entrar ao serviço em 2004 e equipará as aeronaves Embraer ERJ-190 e Fairchild Dornier 928JET.

    Topo desta página


    Rolls-Royce entrega o 1,000º motor AE 3007 (Outubro 2000)

    A Rolls Royce entregou recentemente o 1,000º motor AE 3007 fabricado nas suas instalações de Indianapolis, EUA. Estes motores destinam-se a equipar as aeronaves Embraer ERJ-135/140/145 e o UAV Global Hawk.

    Por seu lado, a Embraer entregou a 300ª aeronave ERJ-145 à British Regional Airlines que passou a constituir a 16ª de um total de 23 encomendas firmes e 2 opções.

    Topo desta página


    GE e adquire a Honeywell (Outubro 2000)

    Quando a Honeywell se preparava para concluir um acordo de parceria com o grupo UTC (onde se inclui a Pratt & Whitney e a Pratt & Whitney Canada) surgiu uma oferta por parte da GE que veio culminar num acordo de fusão entre a Honeywell e a GE. Após esta fusão o espectro de oferta de motores do novo grupo cobre motores Turbofan desde 3,500 Lb de empuxo (TFE731 da Honeywell) até 115,000 Lb (GE90 da GE).

    Quando o presidente da GE ouviu falar da hipotética fusão entre a Honeywell e a UTC pelas 16:30 do dia 26OUT, apresentou uma proposta ainda mais atrativa à Honeywell pelas 10:00 do dia seguinte que acabou por ser aceite por esta e desfazer o anterior negócio. Após esta fusão o novo grupo passa a apresentar um volume de vendas de 19.7 mil milhões de dolars.

    Topo desta página


    EMBRAER ao ritmo de  24 aeronaves por mês (Outubro 2000)

    Devido à forte procura de aeronaves ERJ-135/140/145 a EMBRAER planeia passar da actual produção de 14 aeronaves por mês para 16 em 2001 e 20 em 2002, estando previsto o aumento para 24 no ano seguinte. A actual carteira de encomendas cifra-se em 1,150, sendo 785 encomendas firmes das quais já foram entregues 303 aeronaves.

    Topo desta página


    RR e Chromalloy Gas Turbine formam novas empresas  (Agosto 2000)

    A RR e a Chromalloy Gas Turbine formaram duas novas empresas especialistas em reparação de componentes de motores aeronáuticos. A primeira empresa, sedeada em Derby no Reino Unido, a iniciar a laboração será a Turbine Surface Technologies e especializou-se em revestimentos de componentes da turbina. A segunda, sedeada proximo de San António, Texas, EUA, especializou-se na reparação de componentes dos motores RB211, Tay e Trent. A Chromalloy Gas Turbine é uma empresa líder mundial na reparação de componentes de motores.

    Topo desta página


    RR propõe substitur 370 motores à USAF para o Sikorsky CH-53E (Agosto 2000)

    A RR propôs remotorizar a frota norte-americana da USAF de helicópteros de ataque Sikorsky CH-53A, num contrato que pode abranger o fornecimento de cerca de 370 motores AE1107/T406 fabricados pela Allison (pertencente à RR) para substituir o actual motor T64-416 de fabrico GE.

    Topo desta página


    GE propõe substitur 400 motores à USAF para o A-10 (Setembro 2000)

    A GE propôs remotorizar a frota norte-americana da USAF de aviões de ataque Fairchild A/OA-10 Thunderbolt, num contrato que prevê o fornecimento de cerca de 400 motores TF34-100A (derivado do CF34-8) fabricados pela GE para substituir o actual motor TF39, também da GE.

    Topo desta página


    FAA suspende EMBRAER ERJ-145 (Setembro 2000)

    A FAA determinou através duma AD (Directiva de Navegabilidade) a inspecção imediata dos FADEC instalados nos motores RR AE3007A, C e H, devido à falha de um transístor que pode provocar paragens inopinadas em voo dos 2 motores. As aeronaves Embraer ERJ-145 e 135, Cessna Citation X e o UAV (Unmanned Aerial Vehicle) Northrop Grumman RQ-4A Global Hawk, equipados com motores RR AE3007A, C e H, só poderão voar após a verificação de que apenas um dos motores possui um FADEC afectado pelo problema, a fim de prevenir uma falha dupla dos motores.

    O problema relaciona-se com a falha de um transístor limitador de tensão de alimentação ao FADEC. Em princípio apenas os FADEC construidos depois de Março2000 estarão afectados, o que equivale a  cerca de 175 motores (350 FADEC).

    Topo desta página


    GE vende 500 motores à USAF para o C-5 (Julho 2000)

    A GE prepara-se para remotorizar a frota norte-americana da USAF de aviões de transporte estratégico Lockheed C-5, num contrato que prevê o fornecimento de cerca de 500 motores CF6-80C2L1F fabricados pela GE para substituir o actual motor TF39, também da GE.

    Topo desta página


    RR cria nova empresa para produção de pás de compressor (Abril 1999)

    A RR estabeleceu uma joint-venture com duas empresas israelitas, para a produção local de pás de compressores de motores aeronáuticos. A nova empresa, designada Techjet, sedeada em Israel, é participada em 50% pela RR, em 30% pela Blades Technologies e 20% pela Wertheimer Company, estas últimas israelitas.

    Topo desta página


    SAAB entrega o último avião Saab 2000 (Abril 1999)

    A Saab, após anunciar o seu abandono da produção de aeronaves comerciais, entregou o último Saab 2000 à Crossair que opera agora 34 aeronaves deste tipo. Este avião está equipado com motores RR AE2100A, para os quais a OGMA (Portugal) é o único centro reparador independente europeu autorizado. No total, foram produzidos 60 aviões Saab 2000 a que correspondem 130 motores.

    Topo desta página


    Revisão do projecto do motor PW6000 (Julho 2000)

    O compressor de 5 andares do novo motor da Pratt & Whitney, o PW6000 apresenta falta de eficiência pelo que a companhia decidiu rever o seu projecto. Em alternativa, perspectiva-se a possibilidade da sua substituição por um outro compressor de 6 andares fabricado pela MTU.

    O PW6000 destina-se a equipar a aeronave Airbus A318, prevista começar a operar em 2002. Se não forem ultapassados estes obstáculos a PW arrisca-se a ser preterida em favor da GE com a aplicação do seu motor CFM56 na mesma aeronave.

    Topo desta página


    Rolls Royce e Snecma preparam novo motor (Julho 2000)

    A Rolls Royce e a SNECMA preparam uma proposta conjunta para o fabrico de um novo motor destinado a equipar o A400M. Trata-se de uma nova aeronave militar europeia (anteriormente designada por FLA) destinada a substituir o C-130. O motor originalmente proposto pelo consórcio Turboprop International, liderado pela SNECMA e integrando a MTU, a Fiat Avio e a ITP, designava-se M138 e resultava da modificação do núcleo central do motor M88 (de fabrico SNECMA e que equipa o caça Rafale).  O motor originalmente proposto pela RR designava-se BR700-TP. O novo motor incorporará aspectos das anteriores propostas para além de princípios do Trent 700 (de fabrico RR).

    Topo desta página   


    CONTRATO-SEGURO PARA MOTORES RR AE3007 (Março 2000)

    A Rolls Royce estabeleceu um contrato-seguro com a Continental Express, no valor de 700 milhões de dollars. Este contrato contempla o apoio à frota e à venda de motores sobressalentes, num total de 300 motores AE3007 que equipam as frotas de jactos regionais Embraer ERJ-145 e ERJ-135, daquela companhia.

    Topo desta página 


    STANDARD AERO REPARA MOTORES RR AE2100 (Março 2000)

    A Standard Aero (SAL) estabeleceu um contrato com a Lockheed Martin no valor de 45 milhões de dollars, através do qual a primeira realizará os trabalhos de manutenção dos motores AE2100D3, instalados nas aeronaves C-130J Hercules, pertencentes à Força Aérea americana e australiana. Os trabalhos relativos aos motores americanos serão realizados nas instalações da SAL no Canada e os relativos aos motores australianos serão realizados em instações da SAL a inaugurar até ao final do corrente ano.

    Topo desta página 


    OGMA REPARA MOTORES RR AE2100/AE3007 (Maio 1993)

    A OGMA - Idústria Aeronáutica de Portugal, SA, foi estabelecida em 1993 como reparador autorizado para os motores da Rolls Royce AE2100 que equipam as aeronaves C-130J Hercules, Saab 2000 e IPTN N-250, e para os motores AE3007 que equipam as aeronaves Cessna Citation X e Embraer ERJ-145 e ERJ-135.

    A OGMA, a Standard Aero e a Rolls Royce são os únicos reparadores com capacidade instalada para procederem à manutenção daqueles motores. A OGMA tem vindo a realizar a manutenção de motores AE2100 instalados nas aeronaves Saab 2000 e motores AE3007 instalados nos Embraer ERJ-145 e ERJ-135 de empresas europeias de transporte regional.

    Topo desta página 


    REPARAÇÃO DE ROLAMENTOS (Março 2000)

    A General Electric Engine Services (GEES) estabeleceu um contrato, válido por 3 anos, com a Bearing Inspection, através do qual a última inspeccionará e reparará todos os rolamentos provenientes de motores fabricados pela General Electric e intervencionados pela GEES.

    Topo desta página 


    MOTORES  RR AE2100  PARA A RAF (Março 2000)

    A Hunting Contract Services (HCS) foi contratada pela Força Aérea inglesa para realizar trabalhos de montagem e desmontagem de motores nas aeronaves C-130J, fora do contrato de apoio logístico oferecido pela Lockheed Martin, subcontratada pela SIGMA. Este aumento de capacidade de intervenção neste tipo de motores (AE2100D3) pode prenunciar a contratação da SIGMA para ser responsável pela manutenção daqueles motores após 2005, quando terminar o actual contrato de 5 anos. A OGMA, SA é o reparador dos motores ingleses durante a vigência do actual contrato.

    Topo desta página 


    MOTORES  ROLLS ROYCE (Março 2000)

    A Rolls Royce anunciou que a sua actividade de pós-venda (manutenção de motores aeronáuticos e venda de serviços e sobressalentes),  constitui 40% do seu volume total de vendas.

    Esta conclusão demonstra quão os fabricantes de motores estão interessados na actividade de manutenção, justificando a actual onda de parcerias, aquisições e joint-ventures estabelecidas por fabricantes, operadores e oficinas reparadoras.  

    Topo desta página 


    MOTORES  INSONORIZADOS (Março 2000)

    As autoridades aeronáuticas impuseram novos limites para a emissão de ruído produzido pelos motores. Para os modernos motores, esses limites são tidos em consideração na fase de projecto pelo que não constituem problema.

    Para os motores mais antigos, foram desenvolvidos dispositivos de insonorização (hushkits) e um grande número de aeronaves foi modificado para estar de acordo com a legislação aeronáutica, processo este, que abrangeu, maioritariamente aeronaves norte-americanas.

    A partir do passado dia 4 de Maio, a União Europeia (UE)  proibiu a matrícula (e, consequentemente, a operação) no espaço da União de aeronaves modificadas para insonorização dos motores, o que abriu um contencioso entre a UE e os EUA, sendo esperadas algumas represálias, por parte dos últimos, de entre as quais foi aventada a hipótese de proibir a aterragem nos EUA da aeronave Concorde.

    Topo desta página 


    FAA SUSPENDE BOEING 717-200 (Abril 2000) 

    A FAA emitiu uma ordem para se proceder de imediato a inspecções  a 14 aeronaves Boeing 717-200, no “Integrated Standby Instrument System”.  Esta directiva implica trabalhos de modificação antes do próximo voo. A ordem deveu-se à ocorrência de falha intermitente na indicação de altitude nas duas posições de pilotagem. Esta aeronave entrou ao serviço pela primeira vez em Setembro de 1999. 

    Topo desta página 


    A MAIOR AQUISIÇÃO DE AERONAVES DA HISTÓRIA (Abril 2000)

    A Delta Connection (EUA), subsidiária da Delta Airlines, assinou uma carta de intenções com a Bombardier Aerospace, para a aquisição de 500 aeronaves CRJ200 e CRJ700. A confirmar-se esta intenção, esta encomenda será a maior da história da aviação. Ao abrigo deste acordo, a Delta Connection firmou a aquisição de 25 CRJ700 e 69 CRJ200, deixando como opção 406 aeronaves adicionais. Com este acordo, a General Electric, fabricante dos motores que equipam os CRJs, estima vender 2290 motores CF34-3  (CRJ100/200) e 782 CF34-8 (CRJ700).

    Topo desta página


     Ler o Livro de Visitas    Assinar o Livro de Visitas    Preencher Inquérito

    A opinião dos visitantes    Regressar ao topo desta página

    Gestor da web page    HOME    E-mail